Quem somos nós?

Ricardo V. Malafaia     05/nov/2017                                                                                                                                                         

crinaça no espelho

Quem somos nós?

Somos ainda aqueles brancos conquistadores?

Que catequizaram índios, e se mestiçaram.

Que escravizaram negros, e se misturaram.

Que acolheram imigrantes, e se miscigenaram.

E que após este liquidificador racial,

Misturando culturas, vidas e dores,

Lançamos mão de um photoshop mental?

Não. Não somos mais brancos! Somos de diversas cores.

Mas quem somos nós?

Que diante da segmentação de mundos e de direitos,

Não lutando por uma nova equação de sonhos e de respeitos.

Sem se importar e sem desassossegar,

Com poucas oportunidades continuaremos a vê-los contar.

E esta divisão que quase não permite, ironicamente,

Cursando faculdades públicas, estudantes negros encontrar.

Depara-se, porém, muito facilmente,

Com professores dispostos com ideologias a doutrinar!

Quem somos nós?

chuva na escola (1)

Quando um ensino de quinta é empurrado goela abaixo da maioria,

E qualidade é a palavra que a libertaria,

A pretexto de uma orientação sexual ser defendida,

Nossas crianças erotizadas é a opção escolhida.

E não contentes em se subverter o tempo a ser aguardado,

Sobre escolhas político-partidárias já desejam abordar.

Assunto fora de hora e de lugar só tem significado,

Se entendermos que visam tirá-las o seu próprio pensar.

Quem somos nós?

A reboque da modernidade, chegaram outras estruturas familiares.

Tudo bem. O que realmente importa é saber amar!

Contudo, não desviemos os olhares.

Unidos, pai, mãe e filho ou filhos têm o seu nobre lugar!

familia sob ataque

Falando nela, a família, por que é tão atacada?

Se é a base da sociedade, não deveria ser cuidada?

Das duas uma: ou impera uma ignorância obscura,

Ou uma nefasta estratégia se articula.

Quem somos nós?

O artista é aquele que nos toca o coração.

Em troca, os nossos aplausos desejamos lhe dar.

Transformar sua sensibilidade em pura arte é sua própria missão.

Não é, de forma alguma, nossos valores machucar.

Por que aproveita as câmeras para externar sua posição?

Se o colocamos na mídia, foi apenas para mais gente encantar.

O que nos é caro, não tem salvo conduto para levar ao chão.

A continuar, o artista e a mídia optaremos por desconectar.

Quem somos nós?

Se incoerência atrai incoerência, só é pecado pra uns a corrupção.

Aos outros, líderes da santa esquerda, o caminho é o injusto perdão!

Deixar roubar é, ao seu ver, um mal menor. A causa é importante manter.

O social é só uma desculpa. A missão é o improbo poder!

populismo

Populismo não é governo. É apenas uma enganação.

Falando-se o que querem ouvir, torna-se turva toda a visão.

Compra-se a esperança, para a popularidade obter.

Penhorando o futuro da nação, sem a crua verdade dizer.

Quem somos nós?

Diante de tantas mentiras, pelo oposto somos facilmente tentados.

Ao desejar apagá-lo, o que parece água pode o fogo aumentar.

Pois os extremos são fios desencapados.

Um passo em falso, não tem mais como voltar.

Democracia 2

Democracia e nação devem estar sempre enlaçados.

Como um casal disposto a eternamente se amar.

Separando-os e os mantendo isolados

É um risco que não vale apostar.

Quem somos nós?

Demos é povo, e kratos é poder.

Quando a todos for alçada, será a melhor forma de viver.

Direitos e deveres. E igualdade de oportunidades.

Seja no campo, nas pequenas e grandes cidades.

Mas esta conquista não será fácil obter.

Teremos que peitar e fazer acontecer.

Cidadania para todos os “menores de idade”.

E a violência tornar-se-á a própria civilidade.

Quem somos nós?

A base de tudo, porém, são os valores morais.

Pois os fins justificarão os meios jamais.

Se não puder ter e obter com honestidade,

Orgulhe-se do que já conquistou com verdadeira hombridade.

Lembre-se dos exemplos que deram os seus pais.

Trabalhando e ensinando os mais nobres ideais.

E a partir destes, levar a toda sociedade.

Valores como justiça, caráter e liberdade.

Quem somos nós?

amanhecer (1)

O caminho a seguir é bastante claro.

Mas é árduo, longo e com muito anteparo.

Mesmo determinados, poucos jamais lograrão.

Precisa-se de muitos com a mesma missão.

Não basta trabalhar e filhos criar.

E de quatro em quatro anos limitar-se a votar.

É preciso agir e tomar o poder.

Pois se assim não fizer, os maus vão viver.

Quem somos nós?

Somos todos aqueles que saberão elevar

A nossa realidade a um novo patamar.

Cidadania já passou da hora de exercer.

A nação brasileira urge um novo amanhecer!

 

 

  • Se desejar que a reflexão se torne uma ação, compartilhe clicando, abaixo, no botão do WhatsApp ou no do Facebook.
  • Deixe o seu comentário. A sua opinião faz toda a diferença.
  • Uma sociedade em busca não conhece muros!

13 comentários

  1. A intenção única é se atingir o coração e a mente das pessoas, para que possamos nos tornar protagonistas de nossos próprios destinos. Obrigado Geórgia.

  2. Oi Juliana. Obrigado. A força do Nordeste é fundamental para mudarmos o país!!!

  3. Oi Ricardo, muito reflexivo e inteligente seus textos, parabéns! Compartilho de seus pensamentos e repasso para todos amigos aqui em nosso nordeste! Abraço fraterno. Juliana Alves.

  4. Este blog procura levar mensagens para corações e mentes daqueles que desejam mudar o país. Obrigado Luiz!

  5. Correto Verônica. A mudança virá. E quanto mais nos descobrirmos como cidadãos, mais rápida ela ocorrerá!

  6. Seus textos são muito aguardados pela mensagem que transmitem…. Esse último, em forma poética, bem expressa o repúdio a uma “doutrina que uma minoria ativa e má intencionada” tenta impingir à toda a sociedade brasileira; o texto indica, ainda, o caminho que a nossa sociedade deve tomar para que a família continue unida na busca de um país mais sério e promissor.
    Parabéns.

  7. “Educação/Responsabilidade”, acima de qualquer outro objetivo… o único, urgente e inevitável caminho, sob pena de estarmos, infelizmente, fadados ao fracasso absoluto como Nação!
    Boa noite!

  8. Somos uma miscigenação em busca de sua identidade.E isso só se alcança com educação de qualidade e cidadania. A família , a sociedade e o poder devem se entrelaçar para uma finalidade primordial que se concretiza através de princípios morais e cívicos , na liberdade em sentido lato , na fraternidade e conscientização do bem comum. Devemos lutar pra mudarmos esse status quo de sujeira e corrupção insistindo na honestidade , retidão e conduta consciente e responsável . É um trabalho de formiguinha mas que ao longo do tempo conquistaremos uma sociedade mais justa e respeitável . Eu acredito na mudança !!!!!

  9. É exatamente isso: uma sociedade consciente de seus direitos e deveres na prática constante da cidadania. Esta realidade passa necessariamente por uma educação de qualidade para todos, pois somente um povo bem educado é bem informado.
    Parabéns. Ótimo texto.

Deixe o seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s